• Isabela Silva

Como Presentear Pessoas com Livros

Aqui vão algumas dicas básicas sobre a arte de presentear amigos com livros, até mesmo quando eles nem gostam tanto de ler.

Certo dia estava lendo as entrevistas feitas no blog da TAG Livros com as pessoas responsáveis pela curadoria deles, ou seja, aqueles que escolhem os livros. Uma coisa nessas publicações muito interessante para mim é a parte com perguntas ao entrevistado sobre a estante dele que são:

  • O livro que eu estou lendo

  • O livro que eu gostaria de ter escrito

  • O último livro que me fez chorar

  • O último livro que me fez rir

  • O livro que eu não consegui terminar

  • O livro que dou de presente

  • O livro que mudou a minha vida

Sim, todos esses tópicos são muito legais para entrevistas com leitores assíduos e talvez um dia eu faça um post sobre “temas para puxar assunto com pessoas que leem muito” (hahaha eu sei que parece brincadeira, mas vindo de mim não é não). Mas, neste momento, o que mais chamou minha atenção e parecia mais interessante para conversar a respeito é “O livro que dou de presente”.

A meu ver é muito difícil chegar à apenas um livro que eu dou de presente, a não ser que eu tenha publicado um e para isso precisei comprar uma quantidade do lote suficiente para presentear amigos nos próximos cinco anos, eu teria uma escolha mais bem definida. Tirando esse caso hipotético, acredito que presentear alguém com livro requer um pouco mais de... Personalização.

No caso deste tópico na entrevista eu substituiria por “Um livro que você sempre indica”. Entenda isso não é uma crítica ruim, gosto muito desta lista e da temática escolhida pelo Blog. Mas... Acredito que presentear pessoas com livros é algo muito variável e sempre pode permear nosso imaginário com dúvidas a respeito da melhor maneira de fazê-lo, ainda mais quando este alguém em questão não é muito fã de leitura e você quer incentivá-lo sem “obriga-lo”.

Com base nisto, chegamos enfim ao tema deste post. Montei uma pequena lista com algumas dicas que podem auxiliar na hora de escolher um livro como presente para alguém.


1. Pessoas dão sinais... Se você captá-los pode facilitar sua vida


Quando se gosta de ler você pode pensar em duas categorias de pessoas: as que gostam de ler e as que ainda não sabem que gostam. Em ambos os casos há sinais capazes de auxiliá-lo na escolha de um bom livro.

Quando se conhece alguém leitor, você sempre o vê com um livro, certo? Então a forma mais fácil é analisar o padrão de leitura. Quais livros ele(a) geralmente lê? Tem algum autor preferido? Algumas dessas dicas são muito importantes na hora de chegar a conclusões a respeito do livro ideal. Você pode ter uma amiga que sempre lê romances policiais, por exemplo, mas você nunca a viu lendo um livro da Agatha Christie pode ser interessante presenteá-la com algum título da autora.

No caso de você conhecer alguém que se encaixa na segunda opção não fica tão evidente. Geralmente você precisará procurar sinais um pouco mais discretos e sutis como, por exemplo: que tipos de séries ele(a) assiste? Filmes favoritos ou temas de interesse pode ser uma boa. Vamos pensar no seguinte caso, você tem um amigo que não tem um grande costume de ler – às vezes até diz que não gosta de ler! – mas, estava pensando em tornar-se um empreendedor da área criativa e gostaria muito de receber algumas dicas sobre como fazer isso e se organizar. Talvez, dar a ele um livro como “O poder do tempo livre” pode ser interessante.

Quanto mais sinais você capitar mais fácil será escolher um livro para alguém.

2. Você pode até não julgar o livro pela capa, mas isso não garante que seu amigo vá ser tão compreensivo assim


Presentes precisam ser bonitos, ou seja, escolha o livro também pela capa!

Sei que o ditado diz o contrário, mas, sendo sincera, todos gostamos de ganhar coisas bonitas e há diversos livros por aí com trabalhos maravilhosos de capa e encadernação. Se for para incentivar a ler, precisamos deixar a pessoa encantada e nada melhor que um livro de capa dura com uma ilustração linda nela para convencer qualquer um do quanto à leitura será especial.

Sim, esses livros geralmente são mais caros, mas é um presente e ao meu ver pagar por volta de cinquenta reais em um livro bonito para dar de presente pode ser um bom negócio. Vou deixar aqui embaixo alguns links de livros bonitos custando em torno disso para lhe inspirar.



3. Livros pequenos podem ser interessantes para qualquer pessoa


Livros pequenos impedem desculpas como “Não tenho tempo de ler”, ou “Obrigado pelo presente, mas é um livro muito grande, não sei se consigo ler tanto”. Ao ver um livro pequeno as pessoas não vão ter coragem de negá-lo, e talvez leiam.

É claro que a pessoa pode simplesmente ignorar o livro e agradecer sua tentativa, mas, pelo menos um livro pequeno não ocupa muito espaço na casa dela, não é mesmo? Sendo sincera, acredito que quando o livro é mais compacto, ou seja, uma edição de bolso com até 200 páginas, fica muito mais fácil iniciar uma leitura, ainda mais quando você não esta acostumado a ler.

Por exemplo, um livro que eu daria de presente por seu tamanho e facilidade de leitura para presentear alguém é “O labatruz e outras desventuras”, ele é um livro de contos, pequeno, com histórias interessantes e todo mundo para quem eu emprestei o livro amou e teve vontade de ler.

Uma Dica Extra


Dê os livros sempre acompanhados de um belo marca-página. Como eu disse antes, gostamos de receber coisas bonitas e, se você comprou um livro mais simples porque era o que você podia pagar no momento ou os interesses da pessoa levaram a escolha de um livro assim, um marca página bonito ou personalizado pode dar uma incrementada no presente. Aqui no blog temos algumas coleções muito legais de marca-páginas para você baixar e imprimir em casa.

Espero que estas dicas ajudem você a escolher livros para presentear alguma pessoa especial!


Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now